:: SINE
  Bom Dia! Quarta-feira, 13 de novembro de 2019
 

9095812
Acessos
 

Notícia

Piauí inicia o ano como o segundo estado que mais gera empregos
04/03/2016 10:55


Geração de Empregos no Piauí.

 O Piauí continua entre os estados que mais geram empregos. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em 2016 o Piauí ocupa o segundo lugar no ranking da geração de empregos, se mantendo estável em relação ao ano passado, no qual esteve entre as três primeiras posições a nível nacional e em 1º lugar entre os estados do Nordeste.

Em todas as unidades da federação, houve uma queda no saldo de empregos, principalmente no mês de janeiro. No acumulado dos últimos doze meses, o Piauí apresentou um saldo de -1, 06, ficando atrás somente de Roraima (0,91). Os estados que ocuparam a 3ª, 4ª e 5ª posição no ranking foram Tocantins (-1,20), Alagoas (-1,60) e Sergipe (-1,77), o que demonstra que o Nordeste é a região que tem se saído melhor na geração de empregos.

Já no que diz respeito ao mês de janeiro, o secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gesivaldo Isaías, explica que é comum o aumento no número de desligamentos nessa época, devido ao encerramento dos contratos temporários feitos no fim do ano. “Já era esperado, pois é exatamente em janeiro que as pessoas que foram contratadas nas datas festivas de final de ano são desligadas das empresas”, esclareceu.

Os dados do Caged mostram que a redução de 0,77% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior é o resultado proveniente do desempenho negativo do emprego nos setores de Serviços (-1.109 postos) e Comércio (-449 postos). “O aumento de desligamentos é característico desse mês, que é um período sazonal. A baixa de um mês não representa o resultado do estado, mas sim a média anual, que têm sido positiva no Piauí”, ressaltou o gestor da Setre.

Para tentar controlar a baixa do período, o Sistema Nacional de Emprego do Piauí (Sine-PI) intensificou as seleções de emprego em janeiro e fevereiro. “Sabemos que nessa época do ano as contratações são menores, então corremos para conseguir captar mais vagas e oferecer uma chance imediata para essas pessoas que foram demitidas”, destacou a diretora do Sine-PI, Juliana Góis.

Ainda segundo a diretora, neste ano, o Sine também apresenta um diferencial. São as vagas de emprego a nível superior. “Uma de nossas metas para 2016 é oferecer boas oportunidades também àqueles que já se formaram e procuram emprego na sua área. Em fevereiro, cerca de 100 pessoas concorreram à vagas para consultores técnicos em uma seleção realizada pelo Sine. Também temos vagas para dentista, advogado e já estamos fechando parcerias para fazer mais seleções a nível superior”, destacou.


Por Lorenna Costa




Mais Notícias...
Webmail
Usuário: 
Senha: 
Serviços
 
Criação, Desenvolvimento e Hospedagem: